Um pouco de nossa história

Em 1997, precisamente no dia 1º de julho, foi fundada a Rádio Comunitária Solidariedade de Serra Branca. Na oportunidade foi dada posse a Diretoria Executiva, constituída pela presidente: Edileusa Oliveira dos Santos; pelo vice-presidente: Everaldo Gonçalves dos Santos; pelo secretário de Finanças: Paulo Sérgio Ferreira da Costa; pela secretário de comunicação: Maria de Fátima Pimentel e pelo secretário geral: Inácio Mamede de Lima.

Como conselheiros fiscais, foram eleitos e empossados: Gilmar Ribeiro de Araújo, Josias Moura de Almeida e Romilda da Costa Araújo; e no Conselho de Fundação: José Givanildo Sousa dos Santos, Alexsandro Brandão de Brito, Hermano Pereira de Souza, Maria das Graças Santos e Gláucia Karina Ribeiro Barros.

A denominação Rádio Comunitária Solidariedade foi uma proposta de Hermano Pereira que foi aprovada em assembleia, por unanimidade.

O tempo passou, o processo travou e a tão sonhada outorga (concessão do serviço de radiodifusão) não saía…

… Mas, em 2003, ao ingressar no curso de comunicação social da UEPB – Universidade Estadual da Paraíba, um dos fundadores (Givanildo Santos), solicitou ao Ministério das Comunicações a abertura do processo da Rádio Comunitária Solidariedade.

Atendendo a toda burocracia do processo, eis que em 06 de maio de 2009 é concedida a licença provisória para execução do serviço de radiodifusão.

O sonho estava prestes a se tornar realidade!

Tornou-se! Em 02 de fevereiro de 2010, o então Ministro das Comunicações, Hélio Costa, assina a outorga definitiva para o serviço de radiodifusão comunitária, na frequência 87,9 MHz com indicativo da estação ZYX707.

No dia 26 de junho de 2010 tem início de fato, e direito, as transmissões da Rádio Comunitária Solidariedade de Serra Branca.

E aqui estamos: Solidariedade FM, a rádio da gente! (O nome fantasia poderia ser qualquer um, poderia ser tantos outros, mas em assembleia foi mantida a proposta inicial do saudoso Hermano Pereira: Solidariedade)

Nossa Missão 

Independente que qualquer pretensão de índices de audiência, temos como missão: oferecer aos ouvintes uma programação musical com valorização da cultura e do folclore regional, além de clássicos da Música Popular Brasileira.

Aliado a isso, temos como missão oportunizar a jovens serra-branquenses a inserção no mercado de trabalho, através da iniciação na comunicação do rádio, dando formação básica como apresentador/operador.

Resultados?

Próximo de completar seis anos de atividade, a Solidariedade FM, tem contribuído para a formação, e inserção de profissionais no mercado de trabalho.

Nomes que atuam em rádios comerciais locais e de outros municípios, como Cláudio Souza, Júnior Queiroz, Suéllen Farias, Adriano Ever, Loara Andrade, Suênia Magna, são bons exemplos de jovens que conquistaram espaços na radiodifusão.